Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

MAR DE MAIO

Livros, viagens e tudo o que nos acrescenta

MAR DE MAIO

Ter | 23.10.18

Temos de falar sobre a ansiedade na universidade

Inês

mar-maio-escritos.gif

Há uns meses atrás uma colega de faculdade suicidou-se. Pouco depois, a minha universidade fazia um inquérito aos alunos sobre ansiedade e depressão. Não sei os resultados mas não é preciso. Imagino que sejam assustadores. A ansiedade e a depressão nas universidades andam em níveis preocupantes. Há muitos estudos que mostram isso mas, mais do que isso, cada vez conheço mais casos de estudos abandonados para tratar depressões ou de suicídios. E é tão triste que alguém com 20 ou 23 ou 25 anos chegue ao ponto de achar que a vida não tem mais nada para lhe oferecer. Não precisam de ser os melhores anos da nossa vida mas também não têm de ser tão angustiantes.

Ansiedade faz você pensar demais, racionalizar demais… com ansiedade você está sempre medindo as palavras e pensando demais antes de agir. (...) Com ansiedade, o peso de tudo é dobrado e com ansiedade você sente que precisa cuidar de todo mundo, mas não deixa ninguém cuidar de você.

As frases são deste post e refletem bem aquilo que é viver com ansiedade. E precisamos de falar sobre isto. De perder o medo de sofrer julgamentos precipitados. Também precisamos de ser mais gentis. A realidade é que nunca sabemos aquilo por que as pessoas com que nos cruzamos no dia-a-dia, no trânsito, no café, no emprego ou nas aulas estão a passar.

 

Sinto que a faculdade se está a tornar um lugar cada vez mais competitivo à medida que esta crise de emprego se adensa e que o medo do futuro aumenta. Muitas vezes, os professores não ajudam quando decidem que os alunos já devem saber tudo, responder a tudo e que, caso não o saibam, nunca vão ser bons profissionais. Essa pressão é, provavelmente, tudo aquilo de que muitos estudantes não precisam, mas está lá. É preciso respirar fundo. Respirar fundo e pensar que, quando não sabemos, é mesmo para isso que estamos na faculdade, para aprender. E é preciso ter a coragem de fazer ver aos professores (aqueles que se acham no direito de humilhar os alunos) que o dever deles é ensinar. E que nós, alunos, estamos lá para aprender. E não podemos fazer mais do que dar o nosso melhor. Há dias em que chega e outros em que fica muito aquém. Mas tudo bem. Amanhã há mais oportunidades para aprender e fazer melhor.

mar-maio.gif

3 comentários

Comentar post