Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MAR DE MAIO

Livros, viagens e tudo o que nos acrescenta

MAR DE MAIO

12.09.18

A Peloponnese (Grécia) em 12 fotografias

Inês
Foi este o caminho que fiz (quase) todos os dias. Atravessar as tendas do parque de campismo, passar a floresta a ouvir as cicadas nas árvores e ver a praia do outro lado. Mergulhar. A praia da Peloponnese tornou-se a minha segunda casa (a primeira era o acampamento). De manhã, aproveitando as horas em que o calor ainda não sufoca, há famílias com cães e crianças a brincar na areia. As horas de calor a meio da tarde eram a minha hora preferida para fazer este caminho. O calor é (...)
28.03.17

Voluntariado na Archelon: perguntas e respostas

Inês
Desde que escrevi aqui sobre a minha experiência de voluntariado com tartarugas marinhas em praias de desova da Grécia, tenho recebido muitos mails de pessoas interessadas em participar num projeto semelhante, o que me deixa muito feliz. Decidi então escrever um post a responder às dúvidas que me têm colocado. ( 
01.09.16

Um mês de voluntariado com tartarugas marinhas na Grécia

Inês
Nota: Há uma tartaruga acabada de eclodir nesta fotografia. É disto que tenho mais saudades. Acordar ainda de noite, seguir para as praias de Platanias e esperar o nascer do sol. Ver as cores do céu a mudar aos poucos e então sim, começar. Percorrer quilómetros de praia à procura das marcas das Caretta caretta na areia e, em Agosto, também das marcas das crias pelo areal. ( Continu (...)
17.11.15

Aumento da janela de visualização

Inês
É difícil explicar o que se ganha em fazer voluntariado ou um intercâmbio erasmus. Não se ganha nada que seja quantificável. Estive na Sicília uma semana, num intercâmbio erasmus. Quando me perguntam como foi, ao invés de explicar (o que não sei explicar) fico-me por: "foi bom", "foi giro" ou "gostei". Na Sicília, conheci um rapaz da minha idade que anda numa cadeira de rodas. Vive num apartamento no 4º andar de um prédio com um único elevador, onde a cadeira de rodas não (...)
04.09.15

Guia de Voluntariado Internacional

Inês
Há dois anos estive um mês a fazer voluntariado num centro de reabilitação de tartarugas marinhas na Grécia. Foi, sem sombra de dúvida e até hoje, o melhor mês da minha vida. Pela experiência, pelo país, pelas pessoas que conheci. Quem já participou num projecto assim sabe que o voluntariado internacional é uma experiência extraordinária. Que nos dá muito mais do que aquilo que nós possamos dar com o nosso tempo e o nosso trabalho. Entretanto, já estive na Holanda a fazer (...)