Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MAR DE MAIO

Livros, viagens e tudo o que nos acrescenta

MAR DE MAIO

Apenas miúdos de Patti Smith

28.05.19
«Apenas miúdos» é o livro de memórias de Patti Smith que se foca na sua relação com o fotógrafo Robert Mapplethorpe e no seu crescimento enquanto artistas na Nova Iorque do final dos anos 60 e início dos anos 70.   Conhecia minimamente o trabalho de Patti Smith, mas o mesmo não posso dizer de Robert, de quem nunca tinha ouvido falar. Se fizerem uma (...)

On the come up de Angie Thomas

14.05.19
Não tenho o hábito de ler livros young adult porque não é dos meus géneros preferidos. No entanto, vi o filme "The hate you give" que é a adaptação ao cinema do primeiro livro de Angie Thomas e gostei tanto que decidi dar uma oportunidade à autora e ler o seu novo livro. Ora, o livro ainda não está traduzido em português e tenho algumas dúvidas em relação à sua tradução. Eu explico. É que «On the come up» conta a história de Brianna, uma jovem de 16 anos, que quer (...)

Desaparecer na escuridão de Michelle McNamara

16.04.19
Esta é uma história de teimosia desmedida. É a história de como Michelle McNamara, autora de um blog e de artigos sobre crimes não resolvidos, se tornou obcecada com um criminoso em particular. O golden state killer. Este homem foi um violador e assassino em série na Califórnia dos anos 70 e 80. Em 86, da mesma forma súbita como tinha aparecido uns anos antes, desapareceu na escuridão. A história depois disso é a parte menos interessante de todas as séries policiais, uma (...)

My sister, the serial killer de Oyinkan Braithwaite

25.02.19
Este livro começa com a personagem principal, Korede, a ser chamada pela irmã para limpar uma cena de crime. A irmã, Ayoola, matou o namorado. Já é a terceira vez que isso acontece o que faz dela oficialmente uma serial killer. Femi makes three you know. Three and they label you a serial killer. A história passa-se na Nigéria onde Korede é enfermeira e divide os seus dias entre os pacientes do hospital onde trabalha e a vida familiar. Depois da morte do pai, Korede vive com a mãe (...)