Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Livros, viagens e tudo o que nos acrescenta

Newsletter

Persépolis: a novela gráfica que merece todos os elogios

persepolis-mar-maio.png

Demorei bastante tempo a decidir-me a ler este livro porque não costumo ler novelas gráficas. Mas «Persépolis» merece a pontuação alta que tem no goodreads e o mérito de estar em todas as listas de melhores novelas gráficas.

Neste livro, a autora conta a sua história a crescer no Irão nos anos 80. Vamos acompanhando a infância e adolescência de Marjane. Mas também a história da sua família que tenta manter-se progressiva num país cada vez mais conservador. E vamos acompanhando a história conturbada da revolução islâmica pelo olhar desta família. Marjane vai crescendo, acaba por ir viver para a Europa mas regressa mais tarde a Teerão. As dúvidas mais infantis dão lugar a questões mais profundas. Sente-se uma iraniana na Europa e uma europeia em Teerão. Não se identifica completamente com nenhuma das realidades.

Enfim, é uma autobiografia muito bem conseguida que vai contando histórias pessoais e familiares nas quais se refletem as mudanças políticas do Irão. O que mais me surpreendeu é que, sendo um livro com alguns momentos pesados, fez-me rir em alguns momentos. Recomendo muito.

6 comentários

Comentar post