Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Livros, viagens e tudo o que nos acrescenta

Newsletter

Parasite: quando o cinema surpreende

hero_parasite-movie-review-2019.jpeg

Acho que já escrevi aqui que andava muito desiludida com os filmes, e que as séries andavam muito melhores e mais  interessantes do que o cinema. Entretanto, vi o Joker e fui obrigada a mudar de ideias. Que filme tão bem construído e capaz de prender a nossa atenção do primeiro ao último minuto. Li várias críticas sobre a história se ter afastado muito do personagem do joker para abordar a saúde mental. O que é absolutamente verdade, mas sinceramente ainda bem. O cinema já não pode ter alguma profundidade?

Depois veio o Parasite. Um filme sul-coreano que segue a história de uma família pobre que vive numa semi-cave no meio de uma grande cidade. Um dos filhos do casal arranja um emprego como tutor de inglês na casa de uma família de classe alta. Não querendo revelar muito, toda a família acaba por ser arrastada para uma espiral de acontecimentos que se vão sucedendo como uma bola de neve.

O tema em si (as diferenças de classes) não é novo. Mas este filme é extraordinário. Está classificado como comédia, drama e thriller o que já diz muito sobre a originalidade da história. Mas o melhor deste filme é que não há nada que seja deixado ao acaso. No fim, todos os pormenores (por muito insignificantes que pareçam à primeira vista) se interligam e contribuem para o (estranho e genial) desfecho da história. Recomendo muito. Podem ver o trailer aqui.

3 comentários

Comentar post