Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Livros, viagens e tudo o que nos acrescenta

Newsletter

Os 8 melhores livros que li este ano

melhores-livros-2020-mar-maio.png

Os melhores 8 livros que li este ano (os que faltam li da biblioteca ou no kobo).

Persépolis de Marjane Satrapi - Uma novela gráfica em que a autora narra a sua infância e adolescência passada em Teerão nos anos 80. A vida da sua família vai acompanhando a história do Irão.

Maus de Art Spiegelman - Mais uma novela gráfica em que o autor narra a história dos pais judeus que passaram pelo campo de concentração de Auschwitz. Os judeus estão representados como ratos e os nazis como gatos. Depois de ler sobre a polémica com os livros de ficção do Holocausto de José Rodrigues dos Santos faz ainda mais sentido recomendar este livro. A par com o «O homem em busca de um sentido», é um dos melhores livros sobre este período da história.

Pátria de Fernando Aramburu - A história de duas famílias que se tornam inimigas depois de o filho de uma das famílias se juntar à ETA. Um livro em que a história destas duas famílias acompanha a história sangrenta da ETA no país basco. Vale também a pena ver a série da HBO.

Mataram a cotovia de Harper Lee - Finalmente li este clássico da literatura norte-americana. Conta a história de um advogado que, durante a década de 30 no Alabama, defende um homem negro que é acusado injustamente de violar uma mulher. A história é contada do ponto de vista de Scout, uma criança. Um clássico que deve ser lido por todos.

Conduz o teu arado sobre os ossos dos mortos de Olga Tokarczuk - A história de Janina, uma professor que vive numa aldeia remota da Polónia onde membros do clube de caça local começam a aparecer mortos. Janina desenvolve a teoria de que os animais se estão a virar contra as pessoas. É um thriller, é um livro sobre política e sobre natureza. É cómico e é desconcertante. Um dos melhores livros que já li na vida.

Grande Sertão: Veredas de João Guimarães Rosa - Um livro com uma escrita difícil que entrega tudo aquilo que promete. Riobaldo, um jagunço no sertão do Brasil, conta a história da sua vida e o seu amor por Diadorim. Este amor atormenta-o e o livro é uma reflexão sobre o bem e o mal, Deus e o diabo. O final apanhou-me desprevenida e surpreendeu-me muito.

Isto vai doer de Adam Kay - O diário de um médico desde o internato até abandonar a Medicina no sistema de saúde inglês. Algumas histórias são cómicas, outras tristes, mas todas impactantes.

In pursuit of disobedient women de Dionne Searcey - A história de uma jornalista do New York Times que se muda com a família para o Senegal para fazer reportagens sobre o grupo boko haram na Nigéria.

E vocês, quais foram os melhores livros que leram este ano?

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.