Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Livros, viagens e tudo o que nos acrescenta

Newsletter

O lugar das árvores tristes de Lénia Rufino

lugar-arvores-tristes-mar-maio.png

Não estava a contar ler este livro, mas não resisti quando o vi na biblioteca. «O lugar das árvores tristes» apresenta-nos Isabel na primeira parte. Uma miúda que gosta de passar o tempo entre as campas do cemitério da aldeia. Quando Isabel descobre a campa de Eulália e toda a gente se recusa a dizer-lhe a causa da morte da senhora, percebe que há ali um mistério por desvendar. A segunda parte, a maior do livro, vai ao passado na década de 70 para desvendar o mistério de Eulália e também a história de Lurdes, a mãe de Isabel. 

Adorei a escrita da autora e fiquei agarrada ao mistério da primeira à última página. Lê-se muito bem e fiquei agradavelmente surpreendida com esta estreia. É uma história sobre como as pessoas se conseguiam esconder, principalmente no meio rural, atrás da igreja para saírem impunes e sobre a forma como o nosso passado escreve também o nosso futuro.

Os únicos pontos menos positivos são alguns diálogos que se repetem e que não achei necessários e o facto de ficarmos a conhecer muito pouco da Isabel. Tirando isso, foi uma agradável surpresa e quero ler os próximos livros da autora.

2 comentários

Comentar post