Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Livros, viagens e tudo o que nos acrescenta

Newsletter

Holocausto brasileiro de Daniela Arbex

 

holocausto-braileiro-mar-maio.jpg

Que dizer sobre um livro que retrata um dos episódios mais negros do passado recente do Brasil?

Holocausto brasileiro é um livro reportagem sobre o hospital psiquiátrico de Barbacena, em Minas Gerais. Durante décadas, pessoas que, por uma razão ou por outra, não se encaixavam na sociedade eram enviadas para aqui. Desde homossexuais, a pessoas com deficiência, com epilepsia ou dislexia, amantes de políticos, etc. Apenas 20% das pessoas enviadas para o hospital tinham efetivamente uma doença mental. Os "pacientes" chegavam de comboio e as condições eram tão más que muitos morriam de fome, de hipotermia ou de doença. O "tratamento" psiquiátrico passava por choques elétricos e lobotomias.

Foi um psiquiatra italiano (Franco Basaglia), que visitou Barbacena em 1979, que comparou o hospital a um campo de concentração nazi. Franco foi uma das pessoas mais importantes para o fecho do manicómio onde morreram 60 mil pessoas ao longo de várias décadas.

O livro é pesado mas a jornalista conseguiu entrevistar pessoas que foram pacientes em Barbacena e pessoas que lá trabalharam e vale muito a pena ler os seus testemunhos.

Também há um documentário (que não vi e que é muito pesado) e uma série da Globo levemente baseada no livro (trailer aqui).

P.S. - Imagino que por serem as últimas unidades, o livro está a 5 euros na wook.

2 comentários

Comentar post