Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

MAR DE MAIO

Livros, viagens e tudo o que nos acrescenta

MAR DE MAIO

Desaparecer na escuridão de Michelle McNamara

16.04.19

desaparecer-escuridao.jpg

Esta é uma história de teimosia desmedida. É a história de como Michelle McNamara, autora de um blog e de artigos sobre crimes não resolvidos, se tornou obcecada com um criminoso em particular. O golden state killer. Este homem foi um violador e assassino em série na Califórnia dos anos 70 e 80. Em 86, da mesma forma súbita como tinha aparecido uns anos antes, desapareceu na escuridão. A história depois disso é a parte menos interessante de todas as séries policiais, uma sucessão de pistas falsas e de polícias reformados que aproveitam o tempo livre para rever o caso pela centésima vez, sem chegar a lado nenhum.

 

Desde que Michelle pôs os olhos nos crimes do golden state killer que não desistiu. Entrevistou polícias, reuniu provas e depoimentos. Tornou-se obcecada de uma maneira nada saudável em chegar à solução do mistério. À última peça do puzzle. Infelizmente, Michelle morreu em 2016, em parte por causa desta obsessão. O livro estava a meio e foi terminado por mais duas pessoas igualmente obstinadas em resolver este caso. A sua publicação despertou o interesse público no caso e levou a que houvesse investimento para a sua resolução.

 

O ano passado, em 2018, um criminologista que foi entrevistado por Michelle para o livro teve uma ideia genial. Enviou o ADN recolhido numa cena do crime e enviou-o para sites como o ancestry que faz algo parecido com o conhecido DNA journey da momondo e determina as áreas geográficas de origem de um conjunto de genes, mas também procura possíveis familiares. Basicamente, este criminologista obteve uma lista de indivíduos que faziam parte da árvore genealógica do criminoso (partilhavam alguns marcadores genéticos). Foi a partir dessa lista que se conseguiu chegar à última peça do puzzle. O golden state killer vivia impavidamente muito próximo da zona de muitos dos crimes que cometeu.

Um dia destes vais ouvir um carro estacionar junto ao passeio, o motor a desligar. (...) A campainha toca. (...) Para ti, a história termina assim.

"Tu calar-te-ás para sempre e eu vou desaparecer na escuridão", ameaçaste uma vítima certa vez.

Abre a porta. Mostra-nos o teu rosto.

Caminha em direção à luz.

Li «Desaparecer na escuridão» em duas ou três noites. Por um lado, porque não conseguia parar de ler. Por outro, porque me deu insónias. É um livro que recomendo muito se gostam de thrillers e de policiais mas que impressiona por ser tudo tão macabro e real.

 

Para quem tiver lido o livro e sentir um certo impulso de continuar a história para além das páginas ficam aqui alguns vídeos:

A história do Golden State Killer no crime watch daily (explora a identidade dele e as opiniões que vizinhos e conhecidos tinham sobre ele.).

Uma entrevista do marido de Michelle, o comediante Patton Oswalt, sobre o luto da mulher no programa do Stephen Colbert.

4 comentários

Comentar post