Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MAR DE MAIO

Livros, viagens e tudo o que nos acrescenta

MAR DE MAIO

Livros, viagens e tudo o que nos acrescenta

Guarujá (Brasil) em 17 fotografias

Inês, 07.03.17

casa-flutuante

No Guarujá, litoral do estado de São Paulo, a cerca de duas horas do centro da cidade, não se vai a lado nenhum sem carro (ou ônibus). Olho pela janela e observo as ruas e as lojas que definitivamente não podiam ser portuguesas. As montras pobres, o ar meio desleixado, meio decadente que agora reconheço como o jeito brasileiro de fazer o melhor com pouco. Pelo menos aqui, quase no meio do nada, longe das grandes cidades e das ruas turísticas. Vejo o Perequê ao fundo, a praia cheia de barquinhos de pesca, onde uns miúdos se atiram ao mar poluído de uma ponte de madeira. Os cães na rua pedem festas a toda a gente que passa. Vou ao supermercado e há rapazes adolescentes que ganham uns poucos reais a guardar as mercadorias das pessoas em sacos. Viro a cara envergonhada. Ainda não me habituei. Olho os muros altos com arame farpado e as grades nas janelas das moradias com estranheza. Mais de um mês aqui e a única coisa que aprendi foi que não sei nada do Brasil.

Uns segundos por dia - Chania

Inês, 06.09.16

Há uns anos vi este vídeo do Cesar Kuriyama sobre o projeto One Second Everyday. A ideia é filmar um segundo por dia, todos os dias. No final de cada ano, tem um vídeo de 365 (ou 366) segundos. Na altura, tentei fazer isto mas, com o tempo, a ideia acabou por ficar de lado.

Nas minhas cinco semanas em Chania, Creta, tentei fazer este projeto com algumas diferenças: filmei alguns segundos e não apenas um e não me preocupei com a obrigação de filmar todos os dias.

A melhor parte é que, ao ver estes vídeos, recordo-me dos dias em que os filmei e não apenas do momento que aparece no vídeo. Mesmo que sejam apenas uns segundos, as imagens lembram-me do sítio onde estava, porquê e com quem.

Fiz os vídeos com uma GoPro e depois juntei-os num vídeo com quase 3 minutos. A música é 1234 dos Feist.

Chania, Creta em 12 fotografias

Inês, 22.08.16

Voltei da Grécia há uns dias e já tenho saudades. Estive por lá cinco semanas a fazer voluntariado (hei-de escrever sobre isso) na zona de Chania, ilha de Creta.

O que tem mais graça na Grécia são os detalhes. As ruas escondidas e estreitas, as lojinhas de artesanato e de pintura, as flores por todo o lado, os mercados, os vendedores de rua. Chania, uma cidade portuária na ilha de Creta não é excepção. Ficam aqui 12 das fotografias que tirei nas muitas caminhadas pela cidade:

Mandala

 Este senhor (infelizmente escapou-me o nome) vende Mandalas - peças de joalharia que podem ser moldadas com as mãos - nas ruas de Chania. Aprendeu a fazê-las na Índia, vendeu-as no Nepal e, por fim, em 1984, fixou-se em Creta.

Barco em Chania