Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

MAR DE MAIO

Livros, viagens e tudo o que nos acrescenta

MAR DE MAIO

Ter | 06.11.18

5 séries a não perder

Inês

séries.jpg

Em Setembro passei bastante tempo em casa a recuperar de uma cirurgia aos sisos, cuja única coisa boa (de longe) foi poder ver muitas séries. Estas cinco foram as minhas preferidas. São séries completamente diferentes mas com duas coisas em comum: são protagonizadas por mulheres e agarram-nos ao ecrã de tal modo que não as conseguimos parar de ver.

sharp_objects_1.jpg

Sharp objects

Quando andava à procura de uma série para ver esta pareceu-me uma aposta segura. Segue a história de uma jornalista que regressa à cidade pacata onde nasceu para investigar o assassinato de uma rapariga. A história é baseada num romance de Gillian Flynn, tem a Amy Adams no papel principal e o mesmo produtor do filme Get out.

 

São oito episódios de uma hora que se devoram em poucos dias, tal é o ritmo da série. Achei a série genial, com diálogos bem construídos e personagens complexos cheias de segredos e problemas psicológicos que vão sendo desvendados à medida dos episódios. Recomendo para quem gosta de policiais.

trailer aqui

 

oitnb.jpg

Orange is the new black (sexta temporada)

Acredito que muita gente tenha desistido desta série algures entre a primeira e a sexta temporada (a última). Eu própria, depois de ter adorado a primeira temporada (e lido o livro que a inspirou) pensei desistir depois de um excesso de repetição de personagens e dos seus problemas. Fui reconquistada na quinta temporada, em que todos os episódios se passam durante um motim na prisão. Li muitas críticas negativas mas foi a minha temporada preferida. Fez-me lembrar “A quinta dos animais” do George Orwell em que, quando os oprimidos ganham poder se tornam tão mesquinhos quanto os opressores.

 

A sexta temporada também me surpreendeu. Passa-se numa prisão diferente e inclui novos personagens, algo de que a série precisava muito. Foca-se na rivalidade entre duas irmãs para a qual acabam por arrastar todas as pessoas à sua volta. A próxima (e última) temporada está confirmada e espero que, como esta, consiga ser uma lufada de ar fresco com novas histórias e novas personagens.

trailer aqui

 

big-little-lies.jpeg

Big little lies

Uma série com um elenco de luxo (Reese Whiterspoon, Nicole Kidman, Shailene Woodley, entre outros) que segue as vidas de três mães, cujos dramas se vão desvendado até haver um assassinato (revelado logo no primeiro episódio). Além do elenco, a série passa-se numa cidade junto ao mar e tem cenários lindíssimos, e uma banda sonora genial. Não surpreendentemente, está confirmada para segunda temporada que vai juntar Meryl Streep ao elenco.

 

trailer aqui

 

killing-eve.jpg

Killing Eve

Esta série foi uma grande surpresa. Sabia pouco sobre a série a não ser que a Sandra Oh (a eterna Cristina da Anatomia de Grey) era a personagem principal e talvez por isso foi a que mais me surpreendeu. A Sandra Oh desempenha o papel de Eve Polastri, uma técnica de segurança, que procura uma assassina profissional.

 

A verdade é que Killing Eve está longe de ser apenas mais uma série em que se procura um assassino. Destaca-se porque tanto a personagem de Eve como a da assassina fogem ao guião. É uma série britânica divertida que está confirmada para segunda temporada no próximo ano.

 

trailer aqui

 

the-sinner.jpg

 The sinner

Uma série policial fora do vulgar. Uma mãe jovem assassina um estranho durante um dia de praia, sem explicação aparente. Um detetive tenta encontrar um motivo nas memórias escondidas da protagonista. É uma série que vai por caminhos inesperados e que tenta explicar como é que uma pessoa com uma vida perfeitamente normal pode cometer um crime horrível.

 

Tem uma segunda temporada, que ainda não vi, com uma história e personagens diferentes mas com a mesma storyline. Um miúdo de 11 anos mata os pais sem razão aparente e um detetive investiga o caso.

 

trailer aqui (primeira temporada)

2 comentários

Comentar post